“Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.” II Coríntios 13:8

Essa semana a novela Babilônia estreio na programação da TV Globo, e como o título escolhido para o folhetim é uma referência ao império babilônico mencionado na Bíblia, muitas manifestações a respeito do assunto têm sido feitas nas redes sociais.

A Bíblia não traz boas referências da antiga cidade que deu origem ao nome da novela. Babilônia tem sido o símbolo do abandono da fé em Deus, arrogância, confusão e tentativa de salvação pelos esforços humanos, e nos capítulos 17 e 18 de Apocalipse como um resumo do que ela representa: “Babilônia é citada como a fonte do governo e da economia dos ímpios”.

Os conflitos que as chamadas da novela veiculadas pela Globo destacam chamaram a atenção, pois são oposição, luta, disputa, desentendimento, briga, confusão, tumulto, desordem. É isso que você quer para a sua vida? São essas coisas que você quer que entre na sua casa através da TV? Pois é justamente isso que satanás quer fazer através dessa novela!

Não dê audiência a esse novo folhetim: Não é de hoje que satanás tem usado programas de TV, especialmente as novelas para entrar na vida das pessoas e fazer com que elas se afastem dos caminhos de Deus. O diabo sabe que a TV é o maior e mais importante veículo de comunicação em massa e um dos grandes formadores de opinião, por isso, envia diariamente inúmeras mensagens subliminares que acabam influenciando o comportamento de tantas pessoas.

Um dos pontos importantes que veio para debate de opinião nesta semana, foram às palavras HOMOFOBIA e PRECONCEITO. O que é ser homofobia e preconceituoso então?

Etimologicamente, a palavra “homofobia” é composta por dois termos distintos: homo, o prefixo de homossexual; e o grego phobos, que significa “medo”, “aversão” ou “fobia”. O indivíduo que pratica a homofobia é chamado de homofóbico. Por acaso nós cristão temos medo ou aversão ao homossexual? O que não aceitamos é a prática. Nós amamos as pessoas, isso faz parte do evangelho e é o que pregamos. Não podemos ser taxados de homofóbicos se não somos, ou seja, estão impondo uma condição que não é verdade, estão tentando nos calar diante das afirmativas que fazem a nosso respeito, pois na verdade querem ridicularizar a nossa fé e a nossa religião como ultrapassada e desatualizada. Não podemos aceitar isso, temos opinião e nossa fé não está em jogo.

Preconceito é um juízo pré-concebido, que se manifesta numa atitude discriminatória, perante pessoas, crenças, sentimentos e tendências de comportamento. É uma ideia formada antecipadamente e que não tem fundamento sério. Percebe que todos podem sobre preconceituosos? inclusive as pessoas que apontam a  nossa fé e crença. O que está em jogo e que “não podemos abrir mão de nossos conceitos”, no jogo sujo de que temos “preconceito”. Nosso conceito é a santidade. Tudo que não condiz com a Bíblia é pecado. Não temos outro termo para substituir o pecado, temos que prezar pelo sim, sim; não, não e o que passar disso é de procedência maligna.

Desligue sua TV, não compartilhe com os erros dos outros, pois se assim fizermos, somos cumplices e não mais inocentes.

 

Pastor Miquéias Campos Amarodesligar tv

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.