Cidadania é o exercício dos direitos e deveres civis. Saber viver em comunidade não é fácil. Pelo contrário, é um aprendizado constante. Em tempos de crise de água e de energia, como as pessoas podem  se doar, ter boas ações e cobrar atitudes conscientes umas das outras sem implicar desavenças, brigas ou desrespeito? Muitas delas estão mexidas com o rumo e o momento delicado do país, o que as têm atrapalhado, seja na falta de motivação, descrédito, insegurança ou receio. Ao mesmo tempo, nessas horas, é preciso aflorar sentimentos de superação, união, contribuição, compromisso com o outro, respeito e cuidado com o mundo à sua volta. A cidadania precisa ser exercida de modo consciente, ou seja, com indivíduos cumprindo suas obrigações e possibilitando aos outros exercitarem seus direitos. Para deixar o tema mais didático citamos as seguintes atribuições do cidadão consciente:

Os 10 mandamentos do cidadão consciente

1. É consciente de seus direitos

Na sociedade brasileira são vários os direitos que um cidadão possui como a saúde, a educação, a moradia, a segurança, o lazer, o vestuário, o transporte, a livre manifestação de pensamento, liberdade de crença e muitos outros.

2. É consciente de seus deveres

Claro que também existem muitos deveres a serem cumpridos, tais como votar na escolha dos governantes, proteger o patrimônio público, colaborar com as autoridades e cumprir as leis.

3. Considera o outro

O respeito ao outro é elementar no cidadão consciente, pois ele entende que o seu direito termina onde começa o direito alheio. Isso inclui obedecer a filas e prioridades; seguir normas no trânsito e estacionamento; além de prezar e fazer valer o direito do outro.

4. É pacífico e trabalha pela paz

Não aceita qualquer tipo de violência, busca soluções coletivas que objetivam a paz da comunidade.

5. Participa da política

Exerce de forma consciente o poder do voto e é atuante na fiscalização dos atos dos políticos e bens públicos, zelando pela ética na política.

6. Busca justiça

Não concebe qualquer tipo de injustiça, buscando diminuir as desigualdades sociais e quaisquer outras, denunciando aos órgãos competentes.

7. Cultiva o respeito

Luta pacificamente contra qualquer tipo de preconceito e discriminação seja de sexo, raça, idade etc. Tem como modo de proceder o respeito ao semelhante, indep

endente de qualquer coisa, e preza por isso.

8. Preserva o meio ambiente

Um cidadão consciente entende a importância de preservar a natureza e o mundo em que vive. Faz a sua parte em relação a economizar os bens naturais como água, fauna e flora. Também se preocupa com a limpeza das ruas, reciclagem do lixo etc.

9. É ético

Ser ético corresponde a seguir o conjunto de valores morais que orientam o comportamento da sociedade. Significa agir em conformidade com os valores que apregoa e aceita como fundamentais, não se deixando levar por interesses pessoais ou mesquinhos.

10. Dá exemplo

Reconhece a importância de demonstrar em atos o respeito aos direitos e deveres que lhes são imputados, de forma que suas ações são transparentes e correspondem a modelos de

comportamento. O cidadão consciente é aquele que compreende a sua importância no contexto do mundo em que habita, por isso é cumpridor de seus deveres, conhece e usufrui de seus direitos.

Quanto mais cidadãos conscientes, mais progresso e bem-estar social, por isso é muito importante promover e incentivar ações educativas para a comunidade no que diz respeito à construção de uma consciência crítica e transformadora no pleno exercício da cidadania.

 

Trechos retirados do site: Família.com.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu